Feeds:
Posts
Comentários

Archive for julho \31\UTC 2008

Sobre enlatados

Cerca de trinta dias atrás, quando eu, então iniciando minhas férias, pensei em fazer alguma coisa que me entretesse em casa pensei que poderia baixar algumas séries de televisão, os famosos enlatados, para assistir uma temporada ou duas.

Eu gostava dessas séries, gostava mesmo, assisti várias dessas besteiras: Seinfeld, Early Edition, Arquivo X. Mas eu não queria essas besteiras mais, meu cérebro hoje parece ser inteligente demais pra deixar eu me divertir. Então fui na grande biblioteca de futilidades do mundo, a Internet, para conseguir informações sobre séries de um nível um pouco mais alto.

Dei com os burros n’água, parece não haver entretenimento de qualidade hoje em dia, nada que alguém que não queira só “desligar o cérebro e assistir” possa aproveitar.

Sendo assim, juntando o tempo livre que me sobrou e alguma paciência resolvi fazer então uma catalogação (quase) sistemática das séries de televisão disponíveis, para que o leitor então não tenha que fazer a longa jornada que eu fiz para chegar a conclusão que os enlatados atuais, e sinceramente os antigos também, não prestam.

Com vocês a Classificação Idiota dos seriados de TV:

  • O Esquadrão Especial: Eles são os melhores no que fazem, eles são uma unidade especial criada para ir onde ninguém tem coragem, eles não seguem as regras, portanto podemos fazer roteiros esdrúxulos. Ex.: Fast Lane, Esquadrão Classe A, CSI.
  • A Síndrome de Scooby-doo:Também conhecidos como “Investigadores do Sobrenatural”, esse tipo é baseado em encontros e desencontros com seres místicos e seus poderes. Ex.: Arquivo X, Supernatural, Buffy, Lost.
  • O Plágio de Star Trek: Sem grandes comentários aqui, a falta de criatividade reina, e como nem do Star Trek original eu gosto… Ex.: Stargate SG-1, Stargate Atlantis, Firefly, Battlestar Galactica (nova).
  • O Hospital: Se você é médico pode se impressionar com os grandes feitos heróicos, se não você não tem a mínima idéia do que está acontecendo e o negócio vira um folhetim, com uns personagens chifrando os outros. Ex.: E.R. (Plantão Médico), Grey’s Anatomy.
  • O Espião: Na verdade é uma variação do esquadrão especial com um protagonista só, mas classifiquei separadamente por que suas premissas no geral são diferentes. Tratar uma pessoa é diferente de tratar de um grupo, a profundidade costuma ser maior, ao invés te um pires, seria assim tão profundo quanto um prato, raso. Ex.: Pretender, Alias, Bionic Woman, 24 Horas.
  • A Comédia de Situação: Talvez o único grupo com real potencial estético, pessimamente aproveitado por utilizar-se geralmente só do ridículo e do estereótipo. Ex.: Friends, Seinfeld, Scrubs.

Algumas séries inovam, colocando-se em duas categorias! Uau! House, por exemplo é uma mistura de O esquadrão especial e O Hospital, mas não vai muito além disso.

No espaço entitulado “Deixe um comentário” abaixo escreva sua versão chorosa e lamurienta de “maixss a série X naum é aximmm :(“

Read Full Post »